Como estudar alemão mesmo com pouco tempo


Aprender uma língua nova pode ser bem desafiador para um adulto. O trabalho, os afazeres domésticos e as obrigações fazem com que a maioria das pessoas não tenham tempo para os estudos. Mas você sabia que tem como aprender um idioma estudando poucos minutos por dia?

 

Conheça a história de Elzbieta Bezuszko

 

A polenesa Bezuszko se mudou para Alemanha em 2014, quando tinha 29 anos. Ela não falava alemão, mas mesmo assim conseguiu um emprego de auxiliar de cozinha em Garmish-Partenkirchenkirchen, Bavária. Ela também trabalhou como faxineira (Putzhilfe) e como vendedora, além de ter que cuidar de seus filhos. 

Hoje, seis anos depois de sua mudança, Bezusko é fluente em alemão. Ela tem sotaque e de vez em quando comete erros gramaticais, mas consegue se comunicar com maestria. Como será que ela conseguiu aprender o idioma com uma rotina tão ocupada?

A resposta dela é simples: vontade de aprender.

 

“No início, eu tinha a maior vontade de aprender. Eu simplesmente me planejei para isso e falei para mim mesma que eu tinha aprender o idioma, mesmo tendo dificuldades de arrumar o tempo para isso.”  

 

Para ela, motivação foi um fator crucial. Mas apenas “querer” não é o suficiente para ser fluente, principalmente quando a falta de tempo é um problema sério. É preciso criar uma estratégia, para conseguir encaixar os estudos à uma rotina agitada.

 

 

Métodos e objetivos

 

Que tipo de aprendiz é você? Qual o método de aprendizagem mais eficiente para você aprender alemão?

Cada pessoa aprende de um jeito diferente. Alguns rendem melhor praticando conversação diariamente. Outros preferem focar mais na gramática, vocabulário e anotar tudo ((Vokabeln pauken). Já alguns têm facilidade quando ouvem o idioma. Observe atentamente qual o método que você mais gosta e que funciona melhor para você! É importante também dizer, que quase ninguém pertence a um único estilo de aprendiz.

Você também deve definir o porquê você quer aprender o idioma. Por exemplo, se a sua meta é se dar bem nos negócios, suas necessidades serão diferentes de uma pessoa que quer aprender o idioma para se divertir. Se seu parceiro fala uma outra língua, se você quer fazer um intercâmbio… tudo pode influenciar em seu aprendizado. 

É importante especificar suas metas e prazos. Por exemplo: “Eu quero ter o alemão básico para viajar para lá daqui 2 anos”; ou “Eu gostaria de participar de uma reunião em alemão no trabalho e fazer algumas perguntas nos próximos meses”. Saiba estipular prazos e metas realistas. O ideal é começar aos poucos com um aprendizado específico (de acordo com sua necessidade) e depois ampliar suas áreas de conhecimento. 

 

 

Organizar bem o tempo de aprendizado

 

Você precisa organizar seu tempo caso você tenha uma rotina muito ocupada. Reserve alguns minutos por dia em sua agenda para se dedicar ao alemão. É melhor você distribuir seu estudo durante toda a semana do que estudar intensamente em apenas um dia.

Caso você não crie uma rotina de estudos, você vai simplesmente cansar, perder vontade e desistir. É melhor você se dedicar alguns minutos por dia de segunda a domingo, do que estudar muitas horas em apenas um único dia. Dessa forma, você terá um melhor desempenho, além de criar um hábito de estudo. Separe um tempo que não seja exaustivo para você, pode ser 30 minutos por dia ou até menos.

Outra coisa importante é o local escolhido. Quando você estuda em casa, é recomendado que você torne as coisas um pouco mais excitantes. Pode parecer um pouco engraçado, mas quando você reveza cômodos ou até mesmo posições, o seu aprendizado fica mais dinâmico. Em um dia, estude na mesa de trabalho, no outro dia, no quarto. Se tiver Sol, vá a um parque ou fique no jardim. E quando estiver chovendo, vá a uma biblioteca ou a uma cafeteria. Experiente as oportunidades e faça seu estudo ser leve e divertido.

 

 

Achando seu próprio caminho 

 

Você, como aluno, precisa descobrir sozinho quais recomendações funcionam para você e como você se diverte com o aprendizado. Normalmente, os estudos de uma língua são divididos em quatro categorias:

  1. escrever
  2. ler
  3. ouvir
  4. conversar

Você já sabe qual gosta mais? Qual você tem maior dificuldade? A partir de agora, falaremos mais detalhadamente sobre cada categoria. O objetivo é que isso te ajude a identificar seus pontos fracos, fortes e o que você precisa fazer.

 

 

Escrever 

 

Usar fichas é uma boa estratégia para memorizar a grafia das palavras. As pequenas fichas, chamadas de flashcards em inglês e de Karteikarten em alemão, auxiliam muito no aprendizado da escrita.

Como usar? Você deve escrever na frente a palavra em alemão e no verso a tradução em português. Assim você vai ampliar seu vocabulário! Preste atenção também na grafia das palavras! O uso das flashcards é uma técnica que torna a memorização mais efetiva, pois você vai decorando aos poucos e de verdade. Ao fazer uma longa lista, a tendência é que você embaralhe as traduções e esqueça tudo rapidamente. 

Lembra da polonesa Elzbieta Bezuszko? Ela também usava essas fichinhas! Bezuszko sempre levava umas 20-30 peças no trem (S-Bahn) e aproveitava o trajeto para estudar. “Me ajudou muito”, confessou. 

O ideal é que você comece com as palavras mais usadas em seu dia-a-dia. Você pode escrever em alemão sua lista de compras ou sua lista de tarefas, por exemplo. Lembre-se que cada ficha deve ter apenas uma palavra. Após aprender as palavras mais utilizadas em seu cotidiano, comece a expandir seu vocabulário.

Se você conhece alguém que fale alemão, comece a trocar mensagens no idioma com essa pessoa. Pode ser difícil no início, mas com o tempo você ficará mais divertido. Além disso, é mais fácil do que você imagina! Hoje em dia o teclado do celular sugere a palavra inteira, então se você errar na gramática, o corretor do celular te corrigirá. Para isso, não esqueça de adicionar alemão como uma das línguas do seu smartphone.

Há também vários aplicativos interessantes que podem te auxiliar a treinar sua escrita. Você pode aproveitar alguns dos corretores automáticos usando inteligência artificial. Nós recomendamos o RP24 e o LT.  

 

Ler 

 

Se você tem pouco tempo para estudar, ler em alemão talvez seja a tarefa mais simples de todas. Reserve um tempo para essa atividade em seu caminho ao trabalho, antes de dormir ou durante a hora de almoço. Pode ser uma revista, livro, site, etc. Qualquer conteúdo te ajudará.

Se você mora na Alemanha, uma ótima revista é a Deutsch Perfekt. Além dela, o recomendado é que você procure outros conteúdos de acordo com sua preferência. No Brasil não é fácil arrumar essas revistas, mas hoje em dia, algumas já trabalham com assinaturas digitais, como a Der SpiegeI, por exemplo. Lógico que esse tipo de revista já pede um conhecimento da língua pelo menos intermediário. 

Se você gosta de História, você vai adorar a revista Geo Geschichte, que infelizmente não tem versão online, mas a empresa possui um ótimo blog com alguns artigos e podcasts.

Caso seu nível de alemão seja básico, ler livros infantis pode te ajudar. Comece com os mais simples e com o passar do tempo vá passando para os mais complexos.

 

Ouvir  

 

Podcasts e audiolivros estão disponíveis na internet. Você pode ouvir as faixas de áudio enquanto você está fazendo outras atividades. Aproveite para ouvir alemão enquanto você dirige, faxina seu apartamento ou pendura a roupa no varal. 

Recomendamos a revista Deutsch Perfekt, que vem com sua versão em áudio – a Deutsch Perfekt Audio. Uma outra ideia é ouvir uma rádio alemã. Algumas delas têm podcasts no Spotify (Deutschlandfunk, Spiegel). Procure também pelo site radio.de onde você pode escutar seu Radiosender favorito por 24h, direto do Brasil, sem nenhum problema.  

Além disso, você pode aprender muito ouvindo músicas. Entre os artistas mais jovens há a cantora Namika. Mark Foster é também muito bom. Para quem gosta de rap, recomendamos o rapper Cro. E para quem curte rock, ouvir a banda Rammstein é uma boa. Já na Áustria, há o cantor Falco, muito famoso nos anos 80 e 90.

Se você quer estudar através de música, é bom que você leia a letra enquanto escuta a melodia. Para isso, procute o site https://singdeutsch.com/ (literalmente: canta alemão). A plataforma disponibiliza também uma análise de vocabulário.

 

Conversar

 

O maior desafio de todos é conseguir falar um novo idioma. Por mais que as sentenças estejam memorizadas, todo aluno tem dificuldade de conversar com um nativo. 

Se você tiver a oportunidade, é bom que você converse com alguém que corrija seus erros na hora. No começo pode ser bem estressante, mas logo você vai pegar o ritmo e querer falar cada vez mais. O ideal é que você pratique com um amigo local, parceiro ou professor da língua. Alguém que tenha paciência e liberdade para corrigi-lo.

É importante que você se sinta confiante ao falar alemão. Todos alunos precisam se sentir apoiados. Porém, as críticas construtivas e observações devem ser bem-vindas. Só assim você melhorará seu nível.

Atente-se que alguns nativos não têm paciência com o alemão básico do Ausländer (estrangeiro) e começam a falar inglês. Não se sinta envergonhado e continue tentando falar em alemão. Você pode dizer: “Nein, wir sind hier in Deutschland. Bitte redet Deutsch mit mir” (“Não, aqui estamos na Alemanha. Por favor, fale apenas em alemão comigo”).  Não se preocupe com seus erros, apenas esteja aberto a praticar esse novo idioma. Você precisará falar alemão todo dia, nem que seja por alguns minutinhos. Seja no mercado, no ponto de ônibus… aventura-se! 

Se alguém te disser que será fácil aprender alemão, desconfie. Alguns cursos prometem te levar do básico ao avançado em poucos meses. Mas não é assim. Aprender alemão é algo que exige dedicação e tempo. Tenha muita paciência, sabedoria, seja um aluno que aja e não fique ansioso. E não se esqueça, se precisar realmente de ajuda, nós do Idiomas para brasileiros estaremos aqui para você.

Menu